Acordei pensando em poesia (que mentira), bem, mas resolvi postar alguma coisa hoje que envolvesse a poesia ou um poema. Lembrei de Charles Chaplin na hora (possui muitas das quais eu considero formidáveis). Então, escolhendo uma que fosse perfeita para o final de semana encontrei essa abaixo, a qual me fez lembrar de um filme: O curioso caso de Benjamin Button.

A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.

Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.

Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?

Charles Chaplin

O Filme “O Curioso Caso de Benjamin Button” possui uma história muito semelhante a ideia proposta por Chaplin, para quem ainda não assistiu, eu recomendo. Veja abaixo o trailer e a sinopse:

Nome original: The Curious Case of Benjamin Button
Direção: David Fincher
Elenco: Brad Pitt, Cate Blanchett
Gênero: Drama
Ano: 2008

Drama baseado no clássico romance homônimo escrito por F. Scott Fitzgerald nos anos de 1920, que conta a história de Benjamin Button, um homem que misteriosamente começa a rejuvenescer e passa a sofrer as bizarras consequências do fenômeno. Button, estranhamente, chega aos seus 80 e poucos anos – na New Orleans de 1918, quando a Primeira Guerra está chegando ao fim – e a partir disso começa a ficar mais jovem. Ainda que a cronologia do tempo segue normalmente e ele invada os anos do século 21.

Sobre os autores:

Charles Spencer Chaplin, Jr., (Charles Chaplin), nasceu no dia 16 de Abril de 1889 e faleceu no dia 25 de Dezembro de 1977. Chaplin foi um ator, diretor, dançarino, roteirista e músico britânico. Ele foi um dos atores mais famosos do período conhecido como Era de Ouro do cinema estadunidense.

Francis Scott Fitzgerald, nasceu no dia 24 de setembro de 1896 e faleceu no dia 21 de dezembro de 1940, foi um escritor americano. Fitzgerald é considerado um dos maiores escritores americanos do século XX. Suas histórias, reunidas sob o título Contos da Era do Jazz, refletiam o estado de espírito da época. Foi um dos escritores da chamada “geração perdida” da literatura americana.

Agora surge a questão: Chaplin se inspirou em Fitzgerald ou Fitzgerald se inspirou em Chaplin? Há mais alguém envolvido nessa “inspiração”?

Anúncios