Allen Stewart Konigsberg, mais conhecido como Woody Allen,  nasceu no dia 1 de dezembro de 1935 em Nova York. Ele é um roteirista americano, cineasta, ator, humorista, escritor, músico e dramaturgo. As obras de Woody Allen demonstram as neuroses comportamentais do dia-a-dia. Além de escrever e dirigir seus filmes, ele  também atuou na maioria deles. A fonte de inspiração de Allen está contida na literatura,  sexualidade, filosofia,  psicologia,  identidade judaica e a história do cinema, entre uma variedade de outras áreas de interesse.

Allen não teve uma infância muito feliz, devido aos métodos severos de educação impostos por sua mãe. Em seus primeiros oitos anos de vida foi educado na língua iídiche, numa escola hebraica, em seguida continuou os estudos no Brooklyn.  Assim que finalizou o ensino médio frequentou a Universidade de Nova York, para estudar filosofia, mas só cursou um semestre, pois foi expulso. Woody Allen começou a escrever textos de humor para ganhar dinheiro. Nessa época já assinava com seu pseudônimo,  escrevia para o comediante David Alber e para colunas de jornais e programas de rádio.

A entrada de Woody Allen no cinema foi quando escreveu e protagonizou o filme “What’s New, Pussycat?” em 1965. Foi  a partir de então que iniciou sua carreira tão famosa do qual conhecemos hoje. Allen também toca clarinete e possui uma grande ligação com a música, particularmente com o Jazz, o qual pode ser notada em todos os seus filmes.

Woody já foi indicado 18 vezes ao Oscar em diversas categorias e vencedor de um prêmio de melhor roteiro, porém Allen nunca havia comparecido a uma cerimônia de Oscar até o ano de 2002, que devido os atentados de 11 de setembro, resolveu fazer uma homenagem a Nova York no Oscar. Aqui no Brasil, os livros mais conhecidos de Woody Allen são Fora de órbita, Cuca fundida e Sem plumas.

Anúncios