O fotógrafo Paolo Ventura  nasceu em Milão (Itália) em 1968, atualmente vive e trabalha em Nova York. Ventura possui dois livros: Winter Stories (2009) e War Souvenir (2006), ambos de suas fotografias. Abaixo segue algumas imagens de sua última obra.

Nessas fotos ele demonstra as visões de um velho artista de circo, a forma como ele olha para trás em sua vida durante seus momentos finais.

Para Ventura, o passado não é algo apenas para ser lembrado, mas também algo a ser reinterpretado e manipulado, muito parecido com as figuras de ação que dominam suas fotografias.

O tema recorrente é um carnaval desbotado que veio para a cidade.

Os palhaços um tanto melancólicos, arlequins e equilibristas poderiam ser de qualquer época do século 20, e o cenário é mais europeu e não especificamente italiano.

Ventura “inventou mundos”, como ele se refere ao seu trabalho, começam com notas ou esboços de um cenário particular que tem imaginado. Uma vez que o conceito é estabelecido, ele então cria o conjunto.

O detalhe é extraordinário, a partir das dobras nas roupas das poucas figuras, para os suportes artisticamente arranjados, a forma precisa da luz e jogo de sombra em suas imagens.

Ele usa uma placa de espuma, papelão, plástico e madeira – basicamente, tudo o que ele pode pegar.

Para mais informações acesse:  PaoloVentura.com

Anúncios